População frita no calor e sofre com fumaça de incêndio provocado em morro de Parauapebas


  • Nenhum comentário
  • Destaques

Populares flagraram a densa fumaça formada pelas chamas, consumindo a vegetação em um morro do bairro Cidade Jardim, nas redondezas da UPA

Se não é suficiente lidar com a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus ainda em curso e o calor excessivo do veraneio amazonense, os parauapebenses também precisam lidar com os frequentes incêndios em morros do município. Na tarde desta terça-feira, 4, vários populares flagraram a densa fumaça formada pelas chamas, consumindo a vegetação em um morro do bairro Cidade Jardim, nas redondezas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

De acordo com a Lei Federal nº 9.605/ 98, provocar queimadas é crime passível de multa e prisão

Segundo as informações do Corpo de Bombeiros, o índice de queimadas cresceu 85% de junho a julho deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, o que é preocupante por causa do período seco e a ausência de chuvas na região. Foram cerca de 186 focos registrados em Parauapebas entre 1º de junho e 27 de julho. A maioria das ocorrências são de incêndios provocados principalmente para fazer a limpeza de lotes e quando o fogo perde o controle, toma grandes proporções.

De acordo com a Lei Federal nº 9.605/ 98, provocar queimadas é crime passível de multa e prisão. O responsável por atear fogo pode ser autuado em flagrante. O desafio maior das autoridades é na área da saúde pública, já que a fumaça causa diversas doenças respiratórias.

A recomendação é que as pessoas não toquem fogo na vegetação, lixo ou em lotes. Segundo a Prefeitura, agentes podem notificar os loteamentos, solicitando plano de ação de prevenção e combate às queimadas e sua execução, além de queimadas realizadas para destinação irregular de lixo doméstico ou limpeza de lotes, sejam eles urbanos ou propriedades rurais. Quando não há controle, o fogo pode alcançar residências e colocar a vida de pessoas em perigo.

O Corpo de Bombeiros disponibilizou o número (94) 99158-4436 para que a população denuncie focos de incêndio e auxilie e agilize no trabalho da corporação.

 


Mais do Portal F5


  • Destaques

TSE testará sistema de voto por celular nas eleições desse ano

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) lançou um edital nesta segunda-feira (22) a fim de estabelecer...

  • Destaques

Prefeitura de Parauapebas reconhece que plantões são remuneratórios

Em reposta à consulta administrativa realizada pela Associação Médica de Carajás (AMC), a Prefeitura de...

  • Destaques

Procura emprego? Veja as vagas disponíveis em Parauapebas

Consulte agora mesmo as vagas disponíveis no Sistema Nacional do Emprego (Sine) em Parauapebas. São...