Em dia do Orgasmo, Anitta dá aula de masturbação feminina e ensina “squirting”


  • Nenhum comentário
  • Destaques

Anitta foi convidada para comemorar o Dia do Orgasmo e acabou dando uma aula. Em entrevista a Ju de Paulla na sexta-feira (31), a cantora falou tudo sobre masturbação feminina. Segundo pesquisa de 2018, no Brasil, 36% das mulheres falaram que não gozaram durante o sexo, e Anitta deu dicas para diminuir essa taxa: “Eu tô sempre me descobrindo, me tocando, me conhecendo, tenho vários aparelhos que me ajudam”, revelou a toda poderosa.

A artista contou que teve seu primeiro vibrador quando tinha entre 20 e 21 anos, e na ocasião ela ganhou o aparelho de presente de aniversário. Anitta revelou ainda que gostou tanto dele que resolveu ter uma coleção do acessório, inclusive chegou a mostrar alguns deles no vídeo.

Durante o período de isolamento sexual, a venda de vibradores aumentou em 50%, e a cantora tem certeza que colaborou para essa alta, já que, além de comprar para si mesma, também deu vibradores de presente para várias amigas.

Além disso, a artista ainda ensinou como ter um squirting (“ejaculação” feminina). “Eu achava que era mito, que é aquele orgasmo onde a mulher esguicha. É uma sensação muito forte, muito intensa, mas que dá trabalho de fazer acontecer”, conta Anitta.

“Você tem que estar muito lubrificada. Você vai começar pelo critóris até você estar super estimulada, mas sem chegar lá ainda. Em seguida, você vai inserir os seus dois dedos, até encontrar uma área circular que tenha uma textura de pêssego”. Após encontrar a área, você vai “bombear até ela encher, quando mais cheio, mais duro vai ficar”. Anitta salienta que o movimento é de empurrar para cima e para baixo, não de colocar e tirar.

O movimento de “bombear” deve ser intercalado com a estimulação do clitóris e, depois, ele deve ser feito com mais força e rapidez. “Até que, de repente, você vai jorrar água para todos os lugares!”.

E aí, internauta, vai testar em casa?

Dol


Mais do Portal F5


  • Destaques

Motoboy é vítima de ataque racista e o assunto é o mais comentado do Twitter

O próximo “cancelado” da internet é o contabilista, Mateus Abreu Almeida Prado Couto, envolvido em...

  • Destaques

MPPA quer barrar aulas presenciais na rede particular de Parauapebas

O Ministério Público do Pará ingressou com ação civil com pedido liminar solicitando a suspensão...

  • Destaques

Gretchen é escolhida como madrinha de campanha de proteção à mulher no Pará

A Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) escolheu a cantora Gretchen para ser madrinha...