Helder aguarda avaliação para decidir se retorna as aulas presenciais em 15 de agosto


  • Nenhum comentário
  • Destaques

A retomada deve ocorrer com base técnica, para não oferecer riscos à comunidade escolar

Uma nova avaliação da situação da pandemia de covid-19, no Pará, será apresentada pelo governo do estado no próximo dia 15 de agosto. O levantamento deve embasar a decisão sobre a retomada das aulas presenciais nas escolas públicas, conforme adiantado pelo governador Helder Barbalho (MDB), em coletiva realizada nesta sexta-feira, 31.

De acordo com o governador, a retomada deve ocorrer com base técnica, para não oferecer riscos à comunidade escolar. “Não podemos agir de forma precipitada, correndo o risco do ambiente escolar se transformar em pontos de aglomeração e, consequentemente, de proliferação viral. Dessa feita, continuaremos dialogando de forma técnica”, disse ao apresentar os resultados da primeira fase da pesquisa epidemiológico realizado pela Universidade do Estado do Pará (Uepa).
Na ocasião, Helder também comentou as manifestações de representantes de escolas particulares que pedem o retorno imediato das aulas presenciais. Ele afirmou que a retomada só vai acontecer no momento em que se tiver certeza de que os protocolos adotados são adequados e seguros.
Segundo o governador, a reabertura vai ser gradativa, começando pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio, que irão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em janeiro.
Roma News


Mais do Portal F5


  • Destaques

Magazine Luiza abre vagas com salário de R$ 6 mil para negros em programa Trainee

  O Magazine Luiza anunciou nesta sexta-feira (18) a abertura das inscrições para seu programa...

  • Destaques

Veja quem são os candidatos a prefeitura de Parauapebas

Confira abaixo a relação de candidatos à Prefeitura de Parauapebas que foram lançados nas convenções...

  • Destaques

Rússia autoriza venda em farmácias do primeiro remédio para covid-19

A Rússia aprovou o tratamento com o medicamento Coronavir, da farmacêutica R-Pharm, para pacientes não...