Doação de R$ 100 mil foi recebida por 107 pessoas


  • Nenhum comentário
  • Colunas

Cerca de 248 representantes de 229 vítimas, falecidas ou desaparecidas em função do rompimento da Barragem 1 em Brumadinho, realizaram registro na Vale entre 31 de janeiro a 4 de fevereiro. Até esta segunda-feira (4), 107 pessoas havia recebido a doação de R$ 100 mil cada.

A partir desta quarta-feira (6/2), o atendimento acontecerá em dias úteis das 9h às 18h, na Estação Conhecimento de Brumadinho (Rodovia MG 040, KM 49, Área Rural Brumadinho). A Vale ainda não estipulou prazo para encerramento dos registros.

Estão aptos a receber a doação representantes de empregados da Vale, de trabalhadores terceirizados e de pessoas da comunidade falecidos ou desaparecidos, conforme lista oficial validada pela Defesa Civil e disponibilizada no site vale.com/brumadinho.

Apenas um representante poderá receber a doação, conforme a seguinte ordem de preferência: 1ª – responsável legal por filhos menores; 2ª – cônjuge ou companheiro em regime de união estável; 3ª – descendentes; e 4ª – ascendentes (confira detalhamento no quadro abaixo).

Importante esclarecer que essa doação não é relacionada a qualquer potencial indenização devida, que será discutida em detalhe com as famílias e representantes do poder público.

A empresa disponibiliza também canais telefônicos para tirar dúvidas quanto ao processo de registro. Os números para esclarecimentos são: 0800 031 0831 (Alô Brumadinho), 0800 285 7000 (Alô Ferrovias) e 0800 821 5000 (Ouvidoria da Vale).

Casos excepcionais serão avaliados pela Vale.

Orientações para registro:

O responsável pelo recebimento do valor será um único representante do núcleo familiar, observada a seguinte ordem preferencial:

– 1º grupo – responsável legal por filhos menores;
– 2º grupo – cônjuge ou companheiro(a) em regime de união estável;
– 3º grupo – descendentes, observado o grau de parentesco (filho, neto, bisneto – nesta ordem);
– 4º grupo – ascendentes, observado o grau de parentesco (mãe, pai, avós e bisavós – nesta ordem).

No ato da habilitação, será necessária a apresentação de documentos que comprovem o vínculo familiar indicado.

– 1º grupo: documento de guarda ou tutela dos filhos e/ou certidão de nascimento dos filhos;
– 2º grupo: certidão de casamento ou certidão de união estável;
– 3º grupo: documento que comprove a filiação (ex. certidão de nascimento, passaporte, RG);
– 4º grupo: documento que comprove a filiação (ex. certidão de nascimento, passaporte, RG).

E ainda, dados pessoais do representante (nome completo, RG, CPF, data de nascimento, endereço completo, e-mail, telefone e dados bancários). Os dados bancários necessários são: banco, número do banco, agência e conta – com dígitos – e tipo de conta (corrente ou poupança)


Mais do Portal F5


  • Colunas

“VAZA JATO”, Moro desmascarado e LULA L1VRE! Só que não

Os celulares de Sergio Moro e dos integrantes do Ministério Público incluindo o Deltan Dallagnol...

  • Colunas

Bolsonaro enfrenta a “Indústria da Multa”!

Bolsonaro mandou para Câmara o projeto que muda as leis de trânsito. Entre as mudanças,...

  • Colunas

NEYMAR no Tribunal da Lacração!

Depois do “Caso Neymar” ter ganhado o mundo, agora o jogador passa pelo arbítrio da...