Campus da UEPA em Parauapebas: agora vai?


  • Nenhum comentário
  • Notícias

Parece novela mas infelizmente não é! Em 27 de janeiro de 2012, o então prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, o reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Carlos Edilson de Almeida Maneschy, e do diretor da Vale, em Carajás, na época, Antônio Padovezi, assinaram um convênio para a implantação de um campus da UFPA em Parauapebas.

Foto: Francesco Costa (Carlos Almeida – UEPA; Darci Lermem – PMP; Antônio Padovezi – Vale)

Por meio do referido convênio, a Prefeitura ficou responsável de ceder uma área mínima de 30 mil metros quadrados para a UFPA, de elaborar o Projeto Executivo do Campus Universitário e de comprar os equipamentos e mobiliários para a unidade universitária. Já a Vale ficou responsável de repassar R$ 20 milhões para a construção do Campus e de acompanhar a execução obra. Para a UFPA coube a responsabilidade de acompanhar o Projeto Executivo e de interligar o Campus à rede federal de ensino superior.

Estas informações da assinatura do convênio podem ser encontradas em matérias e comunicados publicados divulgados nos sites Folha do Bico e Zé Dudu.

Mas infelizmente as obras do Campus não foram se quer iniciadas, e isso com dinheiro disponibilizado pela mineradora! 2012 foi ano eleitoral, o candidato indicado pelo então prefeito de Parauapebas não conseguiu ganhar as eleições e esse convênio caiu no esquecimento.

Em 2016, novamente ano eleitoral, o convênio foi assinado novamente, desta vez com outra entidade de ensino superior, a Universidade Estadual do Pará (UEPA), com seu então reitor Juarez Antônio Simões Quaresma, e novos representantes da Prefeitura, Valmir Mariano, e da Vale, Paulo César Horta Moreira.

Os valores do convênio e as contrapartidas foram os mesmos, mas o tal o novo campus universitário também não saiu do papel.

Agora, graças ao vereador Elias da Construforte e à sua equipe, esse convênio foi lembrado em um ano que não é eleitoral, pelo menos não na esfera municipal. Em um vídeo publicado nas redes sociais do vereador ele informa como descobriu essa informação preciosa, “eu recebi, pelas redes sociais uma crítica, e junto com o diretor, Edson Martins, a gente visitou a administração da Vale, lá ficamos sabendo que tinha um convênio, onde a Vale tinha  20 milhões de reais à disposição para a construção do Polo Universitário de Parauapebas, desde 2011”.

Depois de descobrir essa informação, o vereador afirma que foi junto ao Executivo buscar apoio para dar encaminhamento à concretização do convênio. O resultado disso tudo? Nesta sexta-feira (26) representantes do Executivo, do Legislativo, da Vale e da UEPA visitaram e apresentaram à imprensa a área em que será construído o Campus da UEPA. Será que agora vai?

 


Mais do Portal F5


  • Notícias

O silêncio pode matar! Se está para baixo, triste ou mal, Fale!

A ONG Como Vai Você (CVV) atua fornecendo apoio emocional e na prevenção do suicídio...

  • Notícias

Valmir da Integral se pronuncia sobre especulações de inelegibilidade

Diante das recentes especulações e divulgações de notícias nas redes sociais de cunho eleitoral, o...

  • Notícias

Luiz Viera lançará livro “O Caminho das Estrelas” neste sábado

Lançamento de mais uma obra literária do professor, escritor e secretário de Educação em Parauapebas...